Quem somos...



Nossa história começa como tantas em São Paulo...
Pessoas a procura de sair do aluguel e com o sonho da casa própria.
Em meados de 1995, centenas de famílias acreditaram em pessoas que estavam vendendo terrenos, regularmente divididos em 5 x 25m, num local de difícil acesso, com água e energia clandestina, mas com documentação no cartório e carnê para pagarmos.
Muitos enxergaram ali, o sonho da casa própria e deram suas economias para ter um lugarzinho para chamar de seu.
Em Setembro de 1996 veio nossa surpresa... A pessoa que nos vendia as terras, entrara com reintegração de posse e pedia a remoção das famílias dali.
Desesperados, fomos atrás de ajuda, pois não achávamos justo, a pessoa que nos vendia as terras, também queria nos tirar dali. Foram muitos não que recebemos, até encontrarmos a Sra. Ana Maria Martins, que na época era vereadora e nos deu sua palavra de que nos ajudaria e nos arrumaria seu advogado para nos ajudar.
Seguindo orientações da Ana Martins e seu advogado, Dr. Arnaldo Bispo do Rosário, montamos uma Associação de bairro para termos mais força juridicamente, assim em 02 de Outubro de 1996 a Associação de Moradores do Jardim Keralux e Adjacências, é fundada pelos seguintes moradores: Ilza, Ronaldo Mossuly, Iracina, Rosália, José (Corinthiano), Valtemir (Pitta), Raimundo, dentre outros.
A Associação tinha como principal objetivo a regularização fundiária do bairro, pois os havia o processo de reintegração de posse dos terrenos.
Não dormíamos mais, pois sabíamos que a tropa de choque estava por vir. Planejamos, junto com a Ana Martins, fechar a Rodovia Airton Senna, mas por causa de um número menor de participantes, fechamos a Avenida Dr. Assis Ribeiro, o que fez com que bairros vizinhos nos conhecessem e nos ajudassem nesta causa.
Muitos desacatos rolaram, inclusive a prisão de toda a quadrilha, mas um dia que não me saí da mente, é o dia em que o batalhão chegou ao nosso bairro. Foi aí que aprendi a lutar pelos meus direitos e acho que peguei gosto pela coisa...
Tínhamos aberto valas grandes para os tratores não passarem pela Via Parque.
Sabíamos que o delegado vinha cumprir a ordem de reintegração, mas ele nunca tinha nos ouvidos. Os grileiros tinham colocado no processo, que se tratavam de moradias de madeira, desordenados, invasores e pessoas de má fé. Sendo que aqui, no início eram proibidos casas de madeira, só permitiam alvenaria, todos haviam comprado dos grileiros ou de terceiros que haviam adquirido as terras deles. Mas no dia que o batalhão veio, fizemos um cordão humano com crianças e mulheres na frente e assim a Ana Martins e alguns moradores conseguiram mostrar ao Capitão que tínhamos sido enganados e que não eram verdades o que os grileiros falaram.  
Após este dia, muita coisa mudou... Na realidade, tudo mudou... Poderia ser a terceira vez que os grileiros ganhassem, mas com muita luta e ajuda, conseguimos mudar esta realidade.
Após esta nossa vitória, homenageamos a Ana Martins e o Dr. Arnaldo Bispo, colocando o nome de nossa rua principal de Bispo e Martins, pois nossa gratidão é grande.
Em 1998, tivemos as primeiras conquistas de infra estruturas para o bairro, água encanada e energia elétrica, o que trouxe melhoria da qualidade de vida para os moradores, diminuindo as doenças.
De 1999 até 2001 desempenhávamos um papel na área de lazer e recreação com menos peso, mas de significado igual, tínhamos a festa no dia das crianças onde oferecíamos com ajuda de voluntários e empresas próximas como a Belgo Mineira, Bann Química e a diretoria da Associação, a distribuição de centenas de brinquedos e doces fazendo a alegria de muitas crianças.
No ano de 2004, conquistamos alguns cursos e programas sociais, trazidos para a comunidade. Trouxemos também uma linha de transporte de vans que fazem a linha Jardim Keralux – Penha e essa conquista facilitou o acesso dos moradores aos bairros vizinhos. Com a chegada dessa linha de vans, veio também o asfalto nas ruas principais e a coleta de esgoto que antes era totalmente despejado num braço do rio Tiete que margeia o bairro.
Também em 2004, recebemos o título de OSCIP e passamos a nos chamar Instituto União Keralux.
No ano de 2007 iniciamos o programa Viva Leite em parceria com a Secretaria Estadual de Abastecimento e Agricultura do Estado de São Paulo, que beneficia varias famílias da comunidade. Auxiliando no desenvolvimento e alimentação das crianças menores de sete anos.
Em 2009, concretizamos a construção da sala de informática e consequentemente a criação do Núcleo Gráfico e Jornalístico possibilitando assim, a qualificação profissional dos jovens da comunidade e bairros próximos. No ano seguinte (2010) começamos a participar ativamente do projeto Escola da Família dando apoio e incentivando no desenvolvimento de ações em prol da comunidade.

No ano de 2011, nossa aspiração de melhorias na parte urbana e paisagística do bairro continua, assim como a nossa motivação de continuar proporcionando aos jovens da comunidade melhores e maiores oportunidades de melhoria de condição de vida e educação.
Fomos Ponto de Cultura por seis anos consecutivos, de 2007 à 2013, onde mostramos a população que podemos criar e difundir cultura na região e em outros locais.
Hoje, apesar de muita luta, ainda não conquistamos nossa regularização fundiária.
Atualmente, estamos sem parceria com o poder público, mas temos algumas oficinas que acontecem por ajuda e parceria com o professor, onde a maioria recebe uma ajuda de custo irrisória, aproveito a oportunidade para convidar à todos a conhecer e fazer parte desta família que tanto amo.
As ferramentas de comunicação utilizadas por nós são: Boletim Informativo do bairro, Anúncios nas festas; Blog; Facebook; Whatsapp; Carros de som; Escolas da região, Telefonia, Igrejas, Ubs; Boletim Informativo; Divulgação boca à boca; Assembléia Geral e vídeo com a história do bairro à disposição no Youtube.
Para isso, pretendemos continuar com as parcerias já existentes com a: Subprefeitura, Fundação Tide Setubal, Eletropaulo, Sabesp, CMDCA/SP, Ministério da Cultura, Coopersemo, CRAS Regional, Secretaria do Estado da Cultura, Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, Arcelor Mittal, Parque Ecológico Tietê, Usp-Leste, UBS - Jardim Keralux, Conselho Tutelar, Fórum Regional dos Direitos da Criança e do Adolescente, entre outros.







Adriana Barros Poveda, nascida em São Paulo em 23/04/1980, Educadora, Coordenadora de Projetos Sociais e Contadora, moradora do Jardim Keralux desde 1996, atual presidente do Instituto União Keralux.

Nenhum comentário:

Postar um comentário